quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Bittersweet Symphony Curitibana


Minha caminhada Bittersweet Symphony de todos os dias dura exatos 22 minutos. É o tempo exato desde que dou bom dia pro meu porteiro e desço para a avenida onde moro até o momento que passo o cartão para liberar a catraca do edifício onde trabalho.

Como quero aproveitar até o último segundo de descanso nas cobertas, estou sempre atrasado e com pressa. Mas ao contrário do Richard no clip, raramente há esbarrões ou brigas.

Prefiro escutar no fone de ouvido alguma música que ditará o humor do dia e ficar olhando aquele povo, enquanto atravesso o centro curitibano por inteiro.

O dia mal começou e parece que todos estão ansiosos esperando alguma coisa dele. Estudantes de cursinho comendo uma coxinha de frango catupiry oleosa esperando o sinal para entrar para aula, gente parada no ponto esperando o ônibus para alguma cidade da região metropolitana, trabalhadores esperando a porta do shopping abrir, taxistas batendo papo no frio esperando passageiros, chineses donos de pastelaria esperando os fregueses, putas e travecos esperando um cliente final da noite que já amanheceu.

Enquanto isso fico esperando o fim de semana chegar, algumas ligações no telefone, um ou outro email na caixa de entrada e que tudo possa fazer sentido. Ou como diz o El Cuarteto de Nos, esperando "una sorpresa que me vuele la cabeza" ou "algo que parta de un tirón, mi corazón como un infarto".

Parece que ficamos esperando que uma hora a vida como esperamos finalmente começará. Mas não, esto es lo que hay, e a ambição, a insatisfação, o desejo de algo mais sempre vai estar lá. Ninguém está satisfeito. É pobre querendo ser famoso, famoso reclamando da fama, mulher gostosa reclamando que os homens são uns toscos e mulher feia reclamando de que não tem homem, executivo dizendo que trabalha demais e indigente mendigando por trabalho.

Na hora em que tudo estiver exatamente do jeito que você quer sua vida vai ser um tédio.

* Quem não entendeu o título do post, veja isso.

2 comentários:

giancarlo rufatto disse...

basicamente é disso que é feito a vida.

Julieta Abiusi disse...

O maior problema da nossa vida é que ela não espera a gente.
Quem caminha tá no caminho, então ;o)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...