terça-feira, 22 de março de 2011

Tipos de pessoas para você sair.


Você pode sair com alguém no verão e, meu amigo, no verão não existem regras nem cobranças. Essa pessoa pode não ter nada a ver com julho, quando você está usando casacos grossos e espirrando fumacinha pela boca, mas ela pode se encaixar perfeitamente no finalzinho de dezembro ou em janeiro quando rola fácil um convite para a piscina do prédio do seu pai. Seus corpos vão se grudar de uma maneira impensável no calor e estar juntos pode ser até meio nojento algumas vezes com tanto suor, mas vocês ficarão desse jeito mesmo assim. Estar numa vibe fim de ano ou férias é perfeito, porque afinal tudo isso nao passa de uma pausa na sua vida real. Um período do ano em que você usa pouca roupa, bebe cerveja a qualquer hora do dia e não se preocupa em acordar cedo. Sua pele vai ficar morena, a areia vai grudar no suor de vocês e o cheiro de Sundown vai ser forte. Mas no fundo você vai achar isso muito sexy. Quando começar a época dos casaquinhos indies da Adidas você já estará de volta ao trabalho, seu amor de verão irá aos poucos desaparecer e o romance permanecerá como uma singela lembrança de um fim de semana perdido na praia. Mas está ótimo assim. Quem ama no verão tem uma dificuldade enorme de amar em outra estação.

Você pode sair com alguém que gosta muito mais de você do que você gosta dela. Ela vai te jogar um olhar de completa adoração, com um queixo caído que te fará sentir o cara mais charmoso da face da terra. Você será mais focado no trabalho, terá mais base e essa pessoa te ensinará como se sentir adorado. A balança do amor e dedicação entre vocês será claramente desigual, mas você vai tentar te convencer que está se apaixonando aos poucos por ela, bem aos poucos mesmo. Depois de um tempo perceberá que não está realmente se apaixonando e que isso não vai acontecer mesmo. Nada que a pessoa fizer vai mudar isso. Daí então começará a se sentir culpado e uma tristeza se instalará dentro da sua pessoa. Você olhará para aquela cara de gatinho do Shrek com um sorriso super doce da moça e terá vontade de cuspir nela. Suas atitudes começarão a ser de um completo canalha e você comecará a se odiar por não conseguir corresponder a tanto amor e doçura. Há certas pessoas que estão destinadas a ter seus corações destroçados e outras a destroçar corações. Você nunca sabe o que é pior.

Você pode sair com alguém que te trata como merda, uma sociopata que tem uma energia intoxicante que de alguma maneira te suga. Depois de alguns meses você estará completamente perdido num meteoro da paixão, criando desculpas para o péssimo comportamento e atitude dessa pessoas e falando para os seus amigos "Não é isso. É que vocês não conhecem ela como eu". Mesmo sabendo que isso é uma grande mentira, aquelas raros momentos de ternura te envolverão como nunca, fazendo tudo valer a pena. Com sorte você vai acordar para a vida e ficar cansado de tanto sofrimento e manipulação emocional. Alguns dos seus amigos contarão histórias do tipo "Todo mundo, em algum momento da vida, já teve alguma pessoa assim". Provavelmente isso é dito para te fazer sentir melhor, mas não vai adiantar. O melhor de tudo é que você nunca se culpará pelo fim do caso. A culpa sempre é dela.

Você pode sair com alguém que é muito, mas muito mais atraente que você e se maravilhar com aquele corpo perfeito e a pele de porcelana. A clávícula dela é tão bonita, não é? Ame-a loucamente principalmente quando ela estiver pelada que ela te amará mais quando você estiver vestido. Você será o mais inteligente do casal, o que tem mais carisma, empatia, amigos e jogo de cintura, mas no fim quem acabará se sentindo que nunca foi adequado é você mesmo. Quando saírem juntos todo mundo vai olhar e pensar "O que aquela deusa está fazendo com aquilo?". Ao menos é isso que você vai pensar que vão estar pensando sobre você. Sair com alguém muito mais bonito que você te fará uma pessoa totalmente paranóica e insegura. Mesmo que a bela pessoa da relação te faça juras de amor, isso não será o suficiente e você terminará tudo porque não quer se sentir como o corcunda de notre dame ao lado dela. Você sentirá saudades eternas daquela maravilhosa clavícula

Você pode sair com alguém que nunca se apaixonou antes. Ela vai te lembrar constantemente daquele sentimento adolescente que é ótimo e inebriante. Ela dirá coisas bizarramente intensas bem rápido, sem perceber o quanto aquilo é sério e comprometedor. Também fará grandes gestos de amor para você porque, afinal, ela ainda não sentiu o gosto amargo de ter um amor em ruínas. Ela não descobriu o quanto as pessoas podem ser cruéis, egoístas e como elas podem te decepcionar de maneiras nunca antes pensadas. Cedo ou tarde você perceberá que será um professor nos assuntos de decepção e instabilidade para ela. Quando você der os mínimos sinais de desinteresse, ela começará a captar todo seu azedume. Num tipo de osmose do amor, no fim essa pessoa vai acabar herdando um pouco da sua amargura, decepção e descrença nas relações humanas.

Você pode sair com alguém que é certo para você. Ela terá uma clavícula normal, será estável, já foi apaixonada antes, já viveu coisas boas e coisas ruins, tomará conta quando você estiver doente, de vez ou outra será irônica de um jeito agressivo, te decepcionará, te amará, te odiará mas te amará de novo mais ainda. Você não vai se preocupar sobre quem é o mais bonito ou qual ama mais da relação. Isso apenas não vai passar na sua cabeça e você nem vai perceber isso. É aí que a coisa tem chances de dar certo. Você não se preocupará, apenas pensará em coisas bonitas.

As pessoas com quem você sai ou namora não precisam ser necessariamente as pessoas que você ama. E está ótimo assim. É tanta gente diferente que passa na sua vida que é possível criar várias teorias sobre tudo. Você sai com alguém que te trata mal quando você se odeia? E depois você sai com alguém que te adora só pra se sentir amado e não amar de volta? O objetivo é estar bem consigo mesmo, sem maiores dramas ou traumas para daí sim gostar de alguém só porque essa pessoa é adorável, adora falar das mesmas coisas que você e te faz feliz. É simples, não é? Te gosto, você gosta de mim. O fim.

5 comentários:

Leandro Rissi disse...

Tá inspirado essa semana hein túlio? Esse texto e o anterior estão ótimos.
Grande abraço!

giancarlo rufatto disse...

tai, um classico.

Túlio disse...

como diz o Sérgio Mallandro: ié ié

Leo Vinhas disse...

Sensacional!
Noto que sua lógica do parágrafo final é tão clara quanto mal aceita pelas pessoas de modo geral.

A-nah! disse...

Casaquinhos indies da Adidas te quiero. Muy bueno <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...