sexta-feira, 23 de abril de 2010

Da série Poesia da Vida 2 - Paço da Liberdade


Sexta-feira de muita chuva na cidade, daqueles dias que parece que são 9 da noite às 5 da tarde. Postergando ao máximo o tédio que é ficar dentro de casa, resolvi passar no Paço da Liberdade só para apreciar a poesia da vida.

Para os não curitibanos fica a explicação: o prédio é de 1916 e era a antiga prefeitura de Curitiba, numa parte do centro da cidade que andava bem abandonada. O Sesc Paraná revitalizou o lugar, que agora é um movimentado centro cultural, como parte de uma melhorada geral feita pela Prefeitura no centro. A história é longa, tem mais no site.

Na minha humilde opinião, a cafeteria do Paço um dos dois lugares mais bonitos e aconchegantes para se tomar um café em Curitiba, só empata com a do Museu Oscar Niemeyer. Certamente um lugar para ser visitado na cidade.


Saí um pouco da minha dieta e pedi um belo Mocha com um delicioso bolinho de cenoura, tudo por apenas 8 reais. Saca só a apresentação musical do bolo!

6 comentários:

Tiago disse...

Curitiba é demais. De longe dá pra ver bem, você sabe bem disso também.

giancarlo rufatto disse...

aquilo ali no chão é uma inundação? não peguei nenhuma ainda na "minha gestão"

Juliana Bragança disse...

poxa! seu lanche foi bem barato! os que eu como aqui em sao paulo sao no min 10 reais!
o toma cuidado com o regime!
bjos

claudemir disse...

Bom, o lugar além de aconchegante parece honestíssimo. Sem falar na belas clave de sol desenahda no pratinho.

Túlio disse...

ainda pretendo usufruir mais do cardápio do lugar.

Souza Bernal disse...

pura poesia da vida.
amei o bolinho, lindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...